Com os avanços da tecnologia, a segurança está se tornando uma grande preocupação para todos!

As empresas enfrentam grandes desafios diariamente para proteger seus dados. Seja uma empresa pequena ou grande, a segurança da Internet está se tornando prioridade e as redes de impressoras não são exceções desse desafio.

Ninguém está isento da ameaça de hackers! Um estudo recente comprovou que 61% das grandes empresas sofrem pelo menos uma violação de segurança devido à impressão não segura. 

A segurança da impressora

Embora elas possam não ser sua primeira preocupação quando se trata de segurança no escritório, as impressoras de trabalho são as que mais correm o risco de violar a segurança.

Com uma frota de impressoras de escritório conectadas em uma única rede, uma violação de segurança em apenas uma impressora pode causar estragos para toda a empresa.

Muitos esquecem que alguns dos dados mais sensíveis do negócio são transmitidos por essa rede, como impressão direta ou através das funcionalidades de cópia, digitalização e fax que possuem as impressoras multifuncionais.

Como manter a segurança da impressora?

Sem as medidas de segurança corretas, as empresas correm o risco de perder alguns de seus dados mais sensíveis para hackers. Mas, como manter a segurança de uma impressora?

Listamos abaixo algumas medidas que você deve seguir para manter sua impressora segura:

1) Alterar as senhas padrão do dispositivo

As medidas mais simples costumam ser as mais negligenciadas. 

Alterar as senhas padrão que acompanham suas máquinas pode parecer básico, mas muitas pessoas esquecem ou simplesmente não fazem isso.

Infelizmente, os hackers não são tão preguiçosos. Muitos deles compartilham essas senhas padrão com sua comunidade unida. Portanto, mantê-las é uma das maneiras mais fáceis de ter sua rede violada.

2) Mantenha suas impressoras atualizadas

Adiar a atualização do firmware deixará suas impressoras, cada vez mais, vulneráveis ​​a ataques. 

O firmware, software embarcado na sua impressora, pode ser atualizado com novos patches de segurança para ajudar a protegê-lo. 

Saiba que os hackers usam brechas de segurança antigas para entrar, logo, máquinas obsoletas costumam ser os principais alvos.

3) Opte pela impressão segura

Procure uma impressora ou software que possa oferecer liberação segura.

A impressão segura impõe que o usuário digite uma senha, número de PIN, faça uma leitura de biometria ou de cartão de identificação para poder liberar o trabalho de impressão. 

Isso impede que os documentos sejam deixados em bandejas de papel, um alvo fácil para hackers dispostos a pegar documentos confidenciais pessoalmente, podendo ser um usuário da rede ou um visitante. 

Outra funcionalidade oferecida pelos softwares de gerenciamento de impressão é a identificação no papel do usuário que mandou imprimir. Isso ajuda a rastrear eventuais vazamentos de informação. Também é conhecida como marca d’água.

Assim, você pode acompanhar os trabalhos de impressão e refazer suas etapas se houver uma violação.

4) Configure permissões de usuário

Com uma impressora que permite definir permissões de usuário individuais, você pode controlar quem imprime, o que ajuda a manter uma segurança mais adequada e evitar possíveis problemas.

Você pode restringir os recursos que eles usam, as máquinas nas quais eles podem imprimir e até o quanto eles podem imprimir, o que é ótimo para gerenciar custos e segurança.

5) Criptografe dados

Verifique se os dados estão criptografados na rede da impressora para garantir que, se um hacker os interceptar, eles ainda não possam ler dados confidenciais. 

Em uma rede grande, com várias impressoras, scanners e recursos, isso é especialmente importante. Certifique-se de que, se alguém optar por digitalizar para e-mail ou copiar para uma pasta compartilhada, os dados que trafegam entre os dispositivos sejam mantidos em segurança.

6) Limpe o armazenamento de dados

As impressoras agora podem ter memórias maiores do que nunca, permitindo armazenar ainda mais dados e trabalhos de impressão em uma máquina. Mas, isso pode ser um grande risco à segurança se não for gerenciado adequadamente.

Procure uma configuração de impressora ou software que permita definir por quanto tempo os dados serão armazenados em cada máquina. Dessa forma, se um trabalho de impressão não for autorizado após um certo período de tempo, ele será apagado do hardware em vez de ficar parado, correndo o risco de ser interceptado por hackers.

7) Remover funcionalidades

Depois de usar as impressoras por um tempo, observe quais recursos e processos você usa e quais não usa. Livre-se dos que forem desnecessários para tentar minimizar o número de pontos de entrada na sua rede. 

Isso inclui impressão sem fio e Wi-Fi se possível. Embora seja bom ter esses recursos, às vezes é melhor deixar para impressão doméstica. Se sua empresa lida com dados particularmente sensíveis, a impressão sem fio é um ponto de entrada de alto risco para possíveis hackers.

8) Use impressão gerenciada e impressão segura

Há uma enorme variedade de benefícios em optar por um serviço de impressão gerenciada.

A implementação de todas essas medidas de segurança e o uso dos recursos avançados de segurança da impressora podem ser desafiadores e muitas pessoas nunca acabam utilizando-as em todo o seu potencial. 

Com um serviço de impressão gerenciada e impressão segura, você tem toda ajuda que precisa para manter seu equipamento seguro.

Quer garantir que os dados da sua empresa fiquem seguros?

Acesse: https://enttry.com.br


Leave a Reply

Your email address will not be published.

*