A Área de cobertura de impressão é o percentual da área da página que está recebendo tinta ou toner durante a impressão. O preenchimento de uma folha em sua área total equivale a cobertura de página impressa, levando em conta o uso de toner ou tinta utilizada nas impressões.

Os fabricantes de impressora, normalmente informam o número de páginas que um toner imprime tomando como referência a área de cobertura de 5%, o que não é utilizado pelos usuários na prática.

Saiba que o uso adequado de toner e a qualidade do papel utilizado influenciam diretamente na qualidade de impressão e cobertura da página.

Para um bom rendimento do cartucho o ideal é não ultrapassarmos os 5% área de cobertura. Quando utilizado o recurso de negritar títulos, trechos ou incluímos imagens essa porcentagem de cobertura facilmente sobe para 10%. Isto faz com que seu cartucho dure menos páginas.

Na imagem abaixo, você confere exemplos de área de cobertura:

Imagem: www.tonergiant.co.uk

Como calcular a área de cobertura de página x rendimento de impressão:

Para calcular a área de cobertura e quantas páginas que o cartucho cheio consegue imprimir use as fórmula:



Veja o exemplo para um cartucho com especificação de 2000 páginas:

Área de cobertura impressaPáginas por Cartucho
5%2.000
10%1.000
20%500
50%200

Veja nos exemplos acima que quando a cobertura de página aumenta, o rendimento diminui.

Logo, a lógica é: quanto maior a cobertura da página, menor o rendimento. 

Qual a melhor máquina?

No momento da compra de uma máquina, você deve atentar-se ao nível de cobertura por página impressa que a mesma consegue realizar. Algumas impressoras não conseguem imprimir áreas de cobertura muito grandes e a impressão fica falhada.

A qualidade final dos trabalhos impressos são determinados por alguns itens como: a limpeza da máquina, a calibração, os rolos e cilindros em bom estado e toner correto para o modelo da impressora.

Lembre-se que, no caso das impressoras coloridas, a maioria dos equipamentos não funciona ou não imprime na falta de qualquer uma das cores primárias.

Qualidade de cartuchos

A qualidade dos cartuchos de toner é muito importante, muitas empresas de recarga ou fabricantes chineses fabricam toners com uma quantidade menor de suprimento, o que repercute em um cartucho que não consegue fazer o número especificado de páginas com 5% de área de cobertura. 

Com coberturas de página superior a 5%, sua recarga de tinta ou toner acabará por render menos, dificultando os índices de uso de seu maquinário.

Escolha bem seus fornecedores de suprimento e insumos.

Imagem: supplies-outlet-blog.com

Norma ISO/IEC 19752

Que determina como testar o rendimento dos cartucho

Existe uma norma ISO que regulamenta os testes de cartucho e área de cobertura. Segundo a ISO/IEC 19752 deve-se utilizar uma página de teste padrão, que é impressa continuamente até o cartucho atingir o fim da vida útil. A cobertura de toner desta página é 5%. 

São testados 9 cartuchos em 3 impressoras, 3 cartuchos em cada impressora, em um ambiente totalmente controlado, pois há variações de temperatura e umidade que podem afetar o rendimento dos cartuchos.

Imagem 5% área de cobertura ISO/IEC 19752

Empresas de Outsourcing de Impressão

Se você é uma empresa de outsourcing, esse cenário é muito mais crítico. Ao calcular seu custo página baseado na informação do fabricante, você terá um prejuízo de 50% no custo do toner caso o cliente faça impressões com área de cobertura de 10%. Um toner de 10.000 páginas fará somente 5.000 páginas com uma cobertura de 10%. Logo, para calcular seus custos, você precisa conhecer a forma de impressão do seu cliente.

É impossível definir um número exato para a quantidade de páginas que você conseguirá imprimir em um cartucho. O seu comportamento de impressão é o que fará com que você use mais ou menos tinta e toner. Nem sempre as impressões possuem a mesma qualidade, e a eficiência de uma impressora também pode afetar o resultado.

Você deve colocar em seus contratos de locação de equipamentos que seu valor se refere a impressões com área máxima de cobertura de 5%. Assim, caso sejam impressas páginas com cobertura maior, esta diferença será cobrada a parte.

Alternativas para economizar tinta/toner e diminuir os custos de impressão

Utilizar o modo econômico de impressão ajuda a poupar tinta e diminui os custos de impressão. Para configurar é muito simples e sua equipe de TI pode fazer, basta habilitar o recurso no driver de impressão. Mas, caso exista a necessidade de fazer alguma impressão de qualidade maior, basta desativar o modo econômico na hora de imprimir.

Outra forma para economizar é escolher uma fonte que menos gasta tinta na hora de imprimir. Entre as fontes padrão do MS Word, a Century Gothic é a mais econômica de todas. A Times Roman também apresenta menor gasto de tinta quando comparado com a Calibri e a Arial.

Outra opção é utilizar uma Ecofont, uma fonte de código aberto e baseada na antiga “Vera Sans”. É gratuita e de uso livre por qualquer pessoa ou instituição. Seu princípio de economia se baseia na inclusão de pequenos círculos vazios dentro dos traços que formam as letras. Essas por sua vez, dispensam a tinta que seria utilizada para preenchê-las durante a impressão.

 A Ecofont possui, ainda, uma proporção diferenciada, já que seu tamanho “10” é similar ao tamanho “12” da “Times New Roman”. Ela gasta 10% menos tinta que a Times New Roman. Baixe a Ecofont diretamente do site da Unifesp.

Software de monitoramento de impressão

Utilizar um software como PrintScout também é uma alternativa para economizar e diminuir gastos com impressão, pois através dele é possível saber quantas páginas estão sendo feitas com cada toner e identificar consumos acima do normal. 

Quer conhecer essas e outras funcionalidades que irão te ajudar a economizar com os insumos na sua empresa?

Clique no botão abaixo!


Leave a Reply

Your email address will not be published.

*