Podemos dizer que vivemos num mundo conectado. Você já deve ter ouvido a expressão internet das coisas, que é o conceito de conectar todas as coisas em uma grande rede em todo o planeta, para, a partir daí, automatizar processos. Impressoras não poderiam estar fora disso e, por isso,  temos a IoP (Internet of Printers).

O que é a internet das coisas (IoT)?

A internet das coisas, também conhecida como IoT (Internet of Things), trata-se de um conceito de ecossistema tecnológico, em que diversos objetos estão interconectados. Isso significa simplesmente conectar “coisas” à internet, como por exemplo: dispositivos, casa, prédios, carros, geladeiras, impressoras e diversas outras coisas, utilizando hardwares e programação. Toda essa conexão é feita através da rede internet, que, por sua vez, é o meio de coleta e processamento destes  dados.

A internet das coisas baseia-se na ideia de que no futuro estaremos envolvidos 100% com a tecnologia.  Para algumas pessoas, essa é uma utopia presente apenas em filmes de ficção.

Um mercado em expansão

Esse conceito, na verdade, está logo aí. Isso porque as pesquisas já apontam que o investimento na internet das coisas irá superar um trilhão de dólares em 2020, ou seja, daqui  alguns anos, tudo será conectado.

Imagine se um carro à sua frente pudesse avisar ao seu carro que haverá um engarrafamento um pouco à frente, ou, ainda, se a sua geladeira pudesse avisar o seu celular quanto à falta de alimentos saudáveis em sua geladeira.

Poder controlar todas as coisas dessa maneira seria difícil e até impossível para a mente humana, por isso, todos os dados coletados por essas “coisas” seriam enviados para a nuvem, que está preparada para receber todas as informações, processá-las e tomar as decisões necessárias.

Parece algo surreal, mas, esse conceito já vem se desenvolvendo há bastante tempo, está a nossa frente e só tende a evoluir. Um exemplo atual da internet das coisas é a internet das impressoras.

O que é a IoP (Internet ofPrinters)?

A internet das impressoras é uma subdivisão do termo “internet das coisas”, pois as impressoras também fazem parte dessas “coisas”. O IoT das impressoras é encarregado no que diz respeito ao desenvolvimento dos sistemas que gerenciam o aspecto de cada impressora.

Com essa tecnologia é possível que você, estando em qualquer lugar, monitore a “saúde” de sua impressora, mande arquivos diretamente para ela e acompanhe remotamente a impressão.

É chegada a internet das coisas para as impressoras. Algumas empresas já estão criando impressoras que se conectam à internet com tela touchscreen e um endereço eletrônico exclusivo para receber os documentos que devem ser impressos.

A internet das impressoras permite o acesso à internet sem a necessidade da utilização de um computador, possibilitando até mesmo o acesso à documentos online.

A cada dia, surgem mais modelos repletos de tecnologia e, por isso, é muito importante estar sempre antento em todas as inovações tecnológicas para não ficar de fora. A internet está ai para proporcionar maior facilidade ao nosso dia a dia, logo, quanto mais conhecimento temos, maiores são as vantagens que elas podem nos proporcionar.

Como fazer o monitoramento de impressoras?

O monitoramento de impressoras é de extrema importância para escritórios, empresas, escolas e universidades especificamente, pois, quando há um consumo excessivo de impressões e cópias, sua empresa gasta mais do que deveria e geram perdas de até 40% do seu orçamento de impressão.

Atualmente, existem softwares que são programados para o controle e gerenciamento automático das impressões. Essa tecnologia é indicada no que se refere ao acompanhamento e monitoramento de impressão efetuadas em rede.

As vantagens de se utilizar um monitoramento de impressoras são:

  • Redução de custos;
  • Fácil gerenciamento;
  • Monitoramento remoto dos dispositivos;
  • Diminui o desperdício de papel;
  • Transparência de gestão;
  • Rateio justo de custos de impressão;

O futuro é a internet das coisas

Como pudemos ver, a tecnologia da internet das coisas já está presente nas impressoras e já está causando grandes impactos positivos no que se refere à otimização de tempo, controle e eficiência tecnológica.

Podemos dizer que hoje não vivemos mais desconectados e essa conexão só tende a aumentar. No futuro, não serão somente smartfones, computadores, tablets, televisores ou automóveis que estarão integrados, mas vários outros dispositivos que hoje não são tecnológicos também.

No futuro, todas as empresas e clientes serão cada vez mais sociais, móveis e conectadas. A revolução digital trouxe benefícios imediatos para as pessoas, ficando mais simples e confortável transmitir e receber informações.

A IoT está introduzindo-se em todos os aspectos das “coisas” que nos rodeiam, cabe a nós aproveitarmos as novas tecnologias para oferecer e disfrutar da comodidade, otimização de tempo e controle.

Gostou? Compartilhe nas redes sociais e nos deixe saber se nosso artigo te ajudou.


Leave a Reply

Your email address will not be published.

*